FERMENTO ESPIRITUAL

  

“Não sabeis que um pouco de fermento leveda a massa toda? “
 --  Paulo. ( I Coríntios, 5:6. )

 

O fermento é uma substância que excita outras substâncias, e nossa vida é sempre um fermento espiritual com que influenciamos as existências alheias.

Ninguém vive só.

Temos connosco milhares de expressões do pensamento dos outros e milhares de outras pessoas nos guardam a actuação mental, inevitavelmente.

Os raios de nossa influência entrosam-se com as emissões de quantos nos conhecem directa ou indirectamente, e pensam na balança do mundo para o bem e para o mal.

Nossas palavras determinam palavras em quem nos ouve, e, toda a vez que não formos sinceros, é provável que o interlocutor seja igualmente desleal.

Em seguida com um simples pronome possessivo, o Mestre exalta a comunidade.

Depois de Deus, a Humanidade será o tema fundamental de nossas vidas.

Compreenderemos as necessidades e as aflições, os males e as lutas de todos os que nos cercam ou estaremos segregados no egoísmo primitivista.

Todos os triunfos e fracassos que iluminam e obscurecem a Terra pertencem-nos, de algum modo.

Os soluços de um hemisfério repercutem no outro.

A dor do vizinho é uma advertência para a nossa casa.

O erro de um irmão, examinado nos fundamentos, é igualmente nosso, porque somos componentes imperfeitos de uma sociedade menos perfeita, gerando causas perigosas e, por isso, tragédias e falhas dos outros afectam-nos por dentro.

Quando entendemos semelhante realidade, o “império do eu” passa a incorporar-se por célula bendita à vida santificante.

Sem amor a Deus e à Humanidade, não estamos suficientemente seguros na oração.

Pai nosso ... – disse Jesus para começar.

Pai do Universo ... Nosso mundo ...

Sem nos associarmos aos propósitos do Pai, na pequenina tarefa que nos foi permitido executar, nossa prece será, muitas vezes, simples repetição do “eu quero”, invariavelmente cheio de desejos, mas quase sempre vazio de sensatez e de amor.

  

Psicografia do Médium Francisco Cândido Xavier, extraída do Livro “Fonte Viva”

 

 

CEIF - Centro Espírita Irmã Filomena
Rua Padre Joaquim Subida, Armazém nº1
C.P. 4490-666 - Póvoa de Varzim
 Portugal